Ossos Cruzados: “Samara é uma brincadeira com o filme “O Chamado”, revela vocalista André Honorato

Mantendo sua proposta de divulgar os conceitos de todas as músicas escritas para os dois álbuns de estúdios já lançados, o Ossos Cruzados, que já revelou todos os detalhes de Espectrofobia (2019), apresenta hoje, o que foi escrito em “Samara”, faixa presente no primeiro disco, Miolos (2017).

Segundo o vocalista, André Honorato: “Samara é uma brincadeira com o filme “O Chamado” onde uma maldição é passada através de uma fita VHS. Nessa época áurea do formato VHS, se um amigo te dava um filme, certamente era um filme adulto. Além disso, brincamos com o lance do telefone… onde você recebe uma ligação não identificada avisando que você irá morrer em 7 dias, e nem te perguntam qual o seu filme predileto de terror. Será que hoje Samara ligaria para o seu celular em uma chamada não identificada”.

A faixa pode ser conferida nas plataformas digitais. Abaixo links para você escolher como conferir, “Samara”.
Spotify:
https://open.spotify.com/track/3RGbI8jUtJzPTqPeFvb5C7?si=uue2H39STZ2AtgLTaf30CA

Deezer:
https://www.deezer.com/track/855843222?utm_source=deezer&utm_content=track-855843222&utm_term=1231372546_1594746659&utm_medium=web

Formação:
André Honorato – Vocal
Hebberty Taurus – Guitarra
José Otávio – Baixo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *